Apesar de poder significar muitas coisas, Panquecas frias não tem exatamente um porquê. Passamos meia hora pesquisando, francês, inglês, italiano, hebraico, para no fim colocar uma coisa realmente idiota e sem sentido. Como as únicas opiniões que importam são as nossas, resolvemos deixar assim.

Abraços. Esse é o nome do espetáculo que assisti hoje no teatro. É um coral que mistura a música com interpretação e um pouco de dança e nem preciso dizer que o resultado é perfeito. Adoro eles porque acompanho as apresentações desde que eu tinha 9 aninhos. E o melhor é que sempre ganho cortesias porque meu pai é quem tira as fotos do espetáculo, então arrastei o Lucas e a Camila comigo. Chegamos cedo pra pegar nossos ingressos vip e fomos dar uma passeada pelo lugar. Fora um show em que o cantor pulava como se realmente houvessem mais de dez pessoas assistindo [se é que era tudo isso] e uma mulher apresentando um teatrinho de fantoches, sem fantoches diga-se de passagem, não tinha nada de interessante pra se fazer com menos de R$10,00 no bolso.
Então seguimos pra uma feirinha de artesanato que nunca sai de lá e, depois que a Camila chamou acarajé de aracajé [o que nos rendeu boas risadas], eu vi um brinco de argolinha, e esse brinco é meu objeto de desejo desde o Ceará Music, porque foi naquele dia que perdi o meu que era exatamente idêntico. Então o vendedor argentino disse, enrolando a língua, que custava R$8,00.
Iam sobrar R$2,00 pra lanchar, não era muito mas dava pra uma pipoca. Então corri pra pegar a pipoca e, enquanto esperávamos a moça preparar, chegou um cara muito sujo pedindo um real. Eu disse gentilmente que não podia dar o dinheiro. Mas pro meu desespero ele insistiu e começou a se aproximar. Como o Lucas estava na fila do teatro e eu não queria levar um tiro achei que minha vida valia um real. Bom.. adeus brinco. E a pipoca tava murcha e sem gosto.
Como se não bastasse, eu fiquei atrás de uma cabeçuda no show e tinha que ficar com o pescoço pendendo pro lado, o que mais tarde me rendeu uma dor adorável --'.
Além de ter batido a cabeça na poltrona da frente e ter dado um grito quando quase caí no fim do espetáculo.. EU NÃO PEGUEI UMA BOLA! É, no meio da apresentação eles jogaram umas bolonas pra plateia e quem pegasse podia levar pra casa. Vou ser frustrada pra sempre porque as bolas nem me deram chance. Coração partido dói.
Apesar de tudo, vou dormir feliz. Tive um dia ótimo, mesmo sem bolas e sem brincos. Meus dias sempre são ótimos.. por piores que sejam. É mais ou menos que que costumam chamar de contradição. Mas estar viva e saudável já me parece um bom motivo pra sorrir.

1 tagarelas:

Lucas disse...

Que pena que eu não estava na hora do brinco, se não tivesse conseguido proteger, pelo menos tínhamos comprado o brinco. Maas...

Veio, as BOLAS!! euri' Pobrezinha, ficou tão a fim de pelo menos uma das bolas... Dava vontade de sair correndo pra pegar uma bola... Chega o olho tava brilhando e parecia uma criancinha^^ Mas, no final, conseguiu uma né? :D

Postar um comentário

Subscribe
Web Statistics