Apesar de poder significar muitas coisas, Panquecas frias não tem exatamente um porquê. Passamos meia hora pesquisando, francês, inglês, italiano, hebraico, para no fim colocar uma coisa realmente idiota e sem sentido. Como as únicas opiniões que importam são as nossas, resolvemos deixar assim.

Me pediram pra contar como foram os micos dos show´s da Enverso que já fui, claro que não vou deixar nenhum dos meus bonitos de mão abanando sobre um assunto, então: vosso desejo é uma ordem!



Na verdade os micos nem são tão enormes assim, são só loucurinhas que você faria pra ver uma de suas bandas preferidas. O show que teve no colégio foi depois da minha aula de literatura e eu e uma amiga estávamos super ansiosas. Nós sentamos nas duas cadeiras mais próximas da porta e contamos os segundos pro fim da aula. Quando o sinal tocou eu saí em disparada, quase levantando vôo no corredor e daí fiquei de cara pra galera da banda, jurando que minha amiga estava logo atrás de mim. Claro que ela não estava já que eu ultrapassei os recordes de 100 metros rasos. Quando percebi que estavam só eu com eles e eles comigo fiquei em choque.. meio sem saber o que fazer.. o pior é que eu tinha entrado tão repentinamente e tão desesperada que todos os caras ficaram parados me olhando com cara de susto..tipo quem é a louca? Detalhe: lindos de doer e eu toda descabelada e suada por causa da corrida. E esse foi meu primeiro encontro com a banda.. catastrófico, porém inesquecível.


No segundo encontro, o Ceará Music, eu e a Camila choramos feito duas bebês perdidas e com fome, o nosso berreiro foi tanto que chamou atenção da banda, tipo eles ficaram com peninha e a gente acabou se dando bem *--*[ e ponha bem nisso, né, camila?]. Sem contar que a gente se pendurou nas estruturas laterais do palco pra poder ver eles mais de perto quando eles estavam nos camarins. Quando a gente pensou que eles tinham ido embora de vez, caímos no pranto de novo e enquanto nós nos auto consolávamos eles apareceram dando mole pra quem quisesse ir lá bater o maior papo.. e claro que a gente foi e mais uma vez com os fatores descabelamento e suor ativados, sem falar do cansaço e dos borrões nas maquiagens por conta do choro e do desespero.


O terceiro encontro foi light, sem micos graves. E quando encontrei o Gnomo no shopping.. primeiro travei, segundo corri, depois espionei, em seguida me escondi, então analisei e por fim ataquei a presa. Bom, isso não teria sido tanto um mico se só o povo que passava por perto tivesse notado, o grande problema é que a namorada do Gnomo viu tudo isso e ficou rindo da cara da insana [no caso, eu] e não duvido nada d'ele ter percebido também. Ah, só pra esclarecer.. a cueca dele não saiu mesmo nas fotos :/

7 tagarelas:

Anônimo disse...

kkkkkkkk'muito louco Marina e isso msm ne?seu nome Marina?"descabelada e suada " kkkkkkkkkkkkk!!

Lucas disse...

shuahsua A do shopping foi ótimo! A namorada dele viu tudo e tava rindo dela com cara de: "Valha, essa menina sofre, não teve infância e está ai correndo pelos corredores... shuahsua"
shuahusa, impagável essa! :D

Marina disse...

é, meu nome é Marina :} e o seu é anônimo, né?
prazer anônimo, seja bem-vindo ao blog \ô/

e eu tive infância, ora! tanto é que ela ainda não acabou *---*

Anônimo disse...

praze e meu o blog e muito engraçado
é a historia? era legal

Gaby disse...

lembro demais desse dia lá no colégio, foi uma comédia! huashuashusa :}

Marina disse...

aah, legal ter gostado, anônimo \ô/
a propósito.. que história que era legal mesmo? aquela da menina cega?

de fato, uma comédia, gaby :}

ELIZIANE disse...

lembro demais desse dia lá no colégio, foi uma comédia! huashuashusa :}² =D

Postar um comentário

Subscribe
Web Statistics